Connect with us

Notícias

Após 15 dias de desaparecimento, grupo intensifica buscas por adolescente autista em área rural e matas de Cianorte

Artigo

em

Força-tarefa procura por jovem autista desaparecido

Força-tarefa procura por jovem autista desaparecido

As buscas pelo adolescente Hayslon Miguel Valinhos de Oliveira, de 15 anos, foram intensificadas em áreas rurais e matas de Cianorte, no noroeste do Paraná.

O rapaz desaparecido foi visto pela última vez em 23 de outubro, após sair da casa dos pais. Familiares e voluntários ajudam as equipes do Corpo de Bombeiros e das polícias Civil e Militar na procura.

Segundo o pai de Hayslon, Valdecir Nunes de Oliveira, o adolescente tem a característica de andar muito rápido e pode ter ido para longe, sem pedir ajuda no caminho.

“Ele é de pouca conversa. Ele está por aí, tenho certeza de que não pede comida na casa de ninguém. Deve estar perdido em alguma árvore, perto de rio, ou até em meio de mato”, disse o pai.

O grupo de voluntários que ajuda nas buscas encontrou pistas em uma área rural onde o adolescente pode ter passado, mas até a publicação desta reportagem, Hayslon não havia sido encontrado.

Hayslon Miguel Valinhos de Oliveira, de 15 anos, foi visto pela última vez na região rural de Cianorte — Foto: Reprodução/RPC

Hayslon tem diagnóstico de autismo e passava por acompanhamento psicoterapêutico no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Cianorte. Pelo autismo, as investigações apontam que ele pode estar andando sem rumo.

“Nossa principal dificuldade é mesmo a falta de evidências, a falta de pistas. É algo que tem dificultado demais o nosso serviço”, disse a tenente Marynara, do Corpo de Bombeiros.

Adolescente foi visto pela última vez no dia 23 de outubro — Foto: Arquivo Pessoal

O adolescente tem cabelo castanho escuro e 1,70 metro de altura. A Polícia Militar informou que pessoas o viram na região rural de Cianorte, porém as informações repassadas foram desencontradas.

As informações sobre Hayslon devem ser passadas por telefone, para o 190 da Polícia Militar.

Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR

Continue lendo
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Sanebavi suspende rodízio nesta quarta (19) após dois dias sem distribuição de água

Artigo

em

Por

Abastecimento ficou comprometido segunda e terça-feira devido à manutenção da ETA 1 e à posterior falta de energia na estação

A Sanebavi vai suspender o rodízio em Vinhedo para os dois setores, verde e amarelo, nesta quarta-feira (19), com distribuição de água para toda a cidade. A medida foi adotada porque o abastecimento ficou comprometido nos últimos dois dias, segunda e terça-feira, devido à manutenção da Estação de Tratamento de Água (ETA) 1 e à posterior falta de energia na estação.
 
Na quinta-feira (20) o calendário do rodízio volta a ser praticado, conforme anunciado, com suspensão do abastecimento para os bairros do setor amarelo, na sexta-feira (21) para o setor verde e, assim, sucessivamente.
 
A Sanebavi realizou a manutenção da ETA 1, conforme o programado, nesta segunda-feira (17), e suspendeu a distribuição de água para os bairros atendidos pela estação. Nesta terça-feira, o abastecimento deveria ter ocorrido em todo o município, por causa da suspensão de segunda, porém, a CPFL Paulista, ao restabelecer a energia, identificou um problema externo na rede elétrica da empresa. A equipe da companhia de energia finalizou os reparos por volta das 3h.
 
Com isso, a Estação de Tratamento ficou impossibilitada de operar por falta de energia, comprometendo o abastecimento para a população nesta terça-feira (18). No período da manhã, a estação voltou a operar com a capacidade máxima para recuperar os reservatórios, mas o retorno do fornecimento de água aconteceu de forma gradativa aos imóveis, com previsão de ser restabelecido integralmente no período da noite.
 
Dessa forma, a Sanebavi optou por liberar a distribuição da água para toda a cidade nesta quarta-feira (19) e retomar o rodízio apenas na quinta-feira. A Sanebavi solicita à população que economize água, utilizando o recuso apenas para o essencial, para que os reservatórios se recuperem o mais rapidamente possível.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

Notícias

Trecho da pista de caminhada da Represa 1 será interditado a partir de segunda (17) para obras da Sanebavi

Artigo

em

Por

Isolamento é necessário para a segurança da população enquanto as máquinas estão trabalhando no local

A partir da próxima segunda-feira (17), parte da pista de caminhada da Represa 1 será interditada pela Sanebavi  para a operação das máquinas que estão trabalhando na retirada da areia e limpeza do reservatório.  A medida de segurança evita riscos de acidentes com pedestres e ciclistas que frequentam o local.
 
Nessa etapa, o isolamento será feito na área próximo às caixas de areia e no trecho do bebedouro até a passarela localizada na parte de trás do lago. Conforme o cronograma de execução dos serviços, os trechos vão sendo liberados e o fechamento ocorre em outros pontos ao redor da represa.  Toda área com restrição de passagem de pedestres terá sinalização. 
 
 “O isolamento é necessário para conter a aproximação da população enquanto as obras estão em andamento. Pedestres e máquinas não podem dividir o mesmo espaço. São máquinas grandes e temos que zelar pela segurança de todos”, afirmou o diretor Operacional da Sanebavi, Dirceu Machado. 
 
A limpeza das caixas de retenção de areia e bordas da Represa 1 vai aumentar a capacidade de reservação permitindo o armazenamento de mais 10 milhões de litros de água bruta. Cerca de 1,3 mil caminhões de areia, lodo e vegetação estão previstos para serem retirados do local, totalizando aproximadamente 10 mil metros cúbicos de detritos alojados próximos da margem da represa.  A obra está prevista para ser concluída em 30 dias.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

Notícias

Limpeza das caixas e bordas vai permitir armazenar mais de 10 milhões de litros de água na Represa 1

Artigo

em

Por

Previsão é de que 1,3 mil caminhões de areia, lodo e vegetação sejam retirados do local, totalizando 10 mil metros cúbicos de detritos

A Sanebavi deu início nesta quarta-feira (12) às obras de limpeza das caixas de retenção de areia e bordas da Represa 1.  A obra vai aumentar a capacidade de reservação do lago, um dos principais reservatórios da cidade, permitindo o armazenamento de mais 10 milhões de litros de água bruta. Previsão é de que 1,3 mil caminhões de areia, lodo e vegetação sejam retirados do local, totalizando mais de 10 mil metros cúbicos de detritos alojados próximos da margem da represa. 
 
“Com essa operação, a represa fica preparada para receber as chuvas de janeiro e dos próximos meses, além de permitir armazenar maior quantidade de água que chega do Córrego Bom Jardim”, afirmou o prefeito Dario Pacheco.  A Represa 1 é o ponto de captação para a Estação de Tratamento de Água (ETA) 1, responsável pela distribuição de água a mais de 65% da população de Vinhedo.
 
O serviço de limpeza será realizado nas caixas de areia, no espelho d´água em uma extensão de aproximadamente 50 metros e em outros pontos do reservatório, como nas margens junto ao extravasor, num trecho de aproximadamente 40 metros, e no final do lago, após a casa de bombas de recalque, na região da passarela.
 
“A manutenção é muito importante para melhorar a reserva hídrica do município. Estamos realizando uma série de ações para ampliar a oferta de água e esse trabalho vai permitir um volume maior de armazenamento na represa para atender a população nos próximos meses”, disse o superintendente da Sanebavi, Jaderson Spina.
 
Além da limpeza, outras melhorias estão previstas para a Represa 1, como o aprofundamento do corpo do lago, que será iniciado após a realização dos trabalhos de batimetria e sondagem, ambos em processo de contratação pela Sanebavi.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

+ VISTOS

Copyright © 2021, powered by Notícias de Vinhedo.