Connect with us

Notícias

Câmara aprova projeto da Prefeitura de Vinhedo de reforma administrativa

Artigo

em

Mudança atende às recomendações do Tribunal de Contas; não houve nenhum aumento de salário

O projeto de lei complementar da Prefeitura de Vinhedo para a reforma administrativa foi aprovado nesta quarta-feira (22) pela Câmara Municipal. O novo texto busca adequar e modernizar a estrutura administrativa municipal, que há anos está deficitária e inadequada. Também atende às recomendações do Tribunal de Contas (TCE-SP), incluindo ajuste do provimento de vagas e adequação do texto legal à estrutura necessária à efetividade do funcionamento da Administração, conforme realidade atual.
 
As alterações estruturais recaem especialmente sobre os cargos comissionados e funções gratificadas, com o objetivo de modernizar a gestão e atender às recomendações do Tribunal de Contas. Não houve nenhum aumento de salário e também não haverá desconto no vale-alimentação para o servidor público que faltar justificadamente.
 
No novo texto, foi instituído prazo para alteração do regime de contrato de trabalho, passando de celetista para estatutário, até dezembro de 2023, o que deverá ser feito com a participação dos servidores e do sindicato que representa a categoria.  
 
A Prefeitura de Vinhedo é uma das únicas da região que continuam sendo celetistas. “O fato de constar na lei a obrigação de alterar o regime jurídico garante a segurança jurídica necessária e a participação de todos, inclusive do sindicato, conforme estabelecido em Acordo Coletivo”, afirmou o secretário de Negócios Jurídicos, Carlos Eduardo Diniz.
 
As alterações foram feitas para atender melhor a população, com a redução de um secretário municipal, a criação de cinco diretorias e 40 gratificações, que somente podem ser concedidas para servidores concursados.
 

Continue lendo
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Sanebavi suspende rodízio nesta quarta (19) após dois dias sem distribuição de água

Artigo

em

Por

Abastecimento ficou comprometido segunda e terça-feira devido à manutenção da ETA 1 e à posterior falta de energia na estação

A Sanebavi vai suspender o rodízio em Vinhedo para os dois setores, verde e amarelo, nesta quarta-feira (19), com distribuição de água para toda a cidade. A medida foi adotada porque o abastecimento ficou comprometido nos últimos dois dias, segunda e terça-feira, devido à manutenção da Estação de Tratamento de Água (ETA) 1 e à posterior falta de energia na estação.
 
Na quinta-feira (20) o calendário do rodízio volta a ser praticado, conforme anunciado, com suspensão do abastecimento para os bairros do setor amarelo, na sexta-feira (21) para o setor verde e, assim, sucessivamente.
 
A Sanebavi realizou a manutenção da ETA 1, conforme o programado, nesta segunda-feira (17), e suspendeu a distribuição de água para os bairros atendidos pela estação. Nesta terça-feira, o abastecimento deveria ter ocorrido em todo o município, por causa da suspensão de segunda, porém, a CPFL Paulista, ao restabelecer a energia, identificou um problema externo na rede elétrica da empresa. A equipe da companhia de energia finalizou os reparos por volta das 3h.
 
Com isso, a Estação de Tratamento ficou impossibilitada de operar por falta de energia, comprometendo o abastecimento para a população nesta terça-feira (18). No período da manhã, a estação voltou a operar com a capacidade máxima para recuperar os reservatórios, mas o retorno do fornecimento de água aconteceu de forma gradativa aos imóveis, com previsão de ser restabelecido integralmente no período da noite.
 
Dessa forma, a Sanebavi optou por liberar a distribuição da água para toda a cidade nesta quarta-feira (19) e retomar o rodízio apenas na quinta-feira. A Sanebavi solicita à população que economize água, utilizando o recuso apenas para o essencial, para que os reservatórios se recuperem o mais rapidamente possível.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

Notícias

Trecho da pista de caminhada da Represa 1 será interditado a partir de segunda (17) para obras da Sanebavi

Artigo

em

Por

Isolamento é necessário para a segurança da população enquanto as máquinas estão trabalhando no local

A partir da próxima segunda-feira (17), parte da pista de caminhada da Represa 1 será interditada pela Sanebavi  para a operação das máquinas que estão trabalhando na retirada da areia e limpeza do reservatório.  A medida de segurança evita riscos de acidentes com pedestres e ciclistas que frequentam o local.
 
Nessa etapa, o isolamento será feito na área próximo às caixas de areia e no trecho do bebedouro até a passarela localizada na parte de trás do lago. Conforme o cronograma de execução dos serviços, os trechos vão sendo liberados e o fechamento ocorre em outros pontos ao redor da represa.  Toda área com restrição de passagem de pedestres terá sinalização. 
 
 “O isolamento é necessário para conter a aproximação da população enquanto as obras estão em andamento. Pedestres e máquinas não podem dividir o mesmo espaço. São máquinas grandes e temos que zelar pela segurança de todos”, afirmou o diretor Operacional da Sanebavi, Dirceu Machado. 
 
A limpeza das caixas de retenção de areia e bordas da Represa 1 vai aumentar a capacidade de reservação permitindo o armazenamento de mais 10 milhões de litros de água bruta. Cerca de 1,3 mil caminhões de areia, lodo e vegetação estão previstos para serem retirados do local, totalizando aproximadamente 10 mil metros cúbicos de detritos alojados próximos da margem da represa.  A obra está prevista para ser concluída em 30 dias.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

Notícias

Limpeza das caixas e bordas vai permitir armazenar mais de 10 milhões de litros de água na Represa 1

Artigo

em

Por

Previsão é de que 1,3 mil caminhões de areia, lodo e vegetação sejam retirados do local, totalizando 10 mil metros cúbicos de detritos

A Sanebavi deu início nesta quarta-feira (12) às obras de limpeza das caixas de retenção de areia e bordas da Represa 1.  A obra vai aumentar a capacidade de reservação do lago, um dos principais reservatórios da cidade, permitindo o armazenamento de mais 10 milhões de litros de água bruta. Previsão é de que 1,3 mil caminhões de areia, lodo e vegetação sejam retirados do local, totalizando mais de 10 mil metros cúbicos de detritos alojados próximos da margem da represa. 
 
“Com essa operação, a represa fica preparada para receber as chuvas de janeiro e dos próximos meses, além de permitir armazenar maior quantidade de água que chega do Córrego Bom Jardim”, afirmou o prefeito Dario Pacheco.  A Represa 1 é o ponto de captação para a Estação de Tratamento de Água (ETA) 1, responsável pela distribuição de água a mais de 65% da população de Vinhedo.
 
O serviço de limpeza será realizado nas caixas de areia, no espelho d´água em uma extensão de aproximadamente 50 metros e em outros pontos do reservatório, como nas margens junto ao extravasor, num trecho de aproximadamente 40 metros, e no final do lago, após a casa de bombas de recalque, na região da passarela.
 
“A manutenção é muito importante para melhorar a reserva hídrica do município. Estamos realizando uma série de ações para ampliar a oferta de água e esse trabalho vai permitir um volume maior de armazenamento na represa para atender a população nos próximos meses”, disse o superintendente da Sanebavi, Jaderson Spina.
 
Além da limpeza, outras melhorias estão previstas para a Represa 1, como o aprofundamento do corpo do lago, que será iniciado após a realização dos trabalhos de batimetria e sondagem, ambos em processo de contratação pela Sanebavi.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

+ VISTOS

Copyright © 2021, powered by Notícias de Vinhedo.