Connect with us

Notícias

Em 8 dias, vereadores de Valinhos barram dois projetos para inclusão de pessoas LGBTQIA+

Artigo

em

Em praticamente uma semana, por duas sessões seguidas, os vereadores de Valinhos (SP) rejeitaram dois projetos que buscavam facilitar a inserção na sociedade da população LGBTQIA+. No último dia 21, os vereadores rejeitaram projeto de lei que pretendia instituir um sistema de reserva de vagas de emprego, estágio ou trainee para a população LGBTQIA+ em empresas privadas que contam com incentivo fiscal do Poder Público.

(foto Câmara de Valinhos – div)

A matéria apresentada pelo vereador Marcelo Yoshida (PT) teve votos favoráveis apenas do próprio vereador e dos vereadores Alécio Cau (PDT) e César Rocha (DC).

O projeto estabelecia a reserva de 5% das vagas e a obrigatoriedade seria cumprida apenas para as empresas que possuíssem mais de 50 funcionários e gozassem de incentivo fiscal. Segundo o autor do projeto, vereador Marcelo Yoshida, o objetivo era garantir empregabilidade e inclusão desse público que sofre preconceito no mercado de trabalho, principalmente as pessoas transexuais e travestis.

Ricardo Yoshida (foto cam de valinhos – div)

O vereador Alécio Cau (PDT), um dos poucos que foi favorável ao projeto, citou outros exemplos em que existem cotas. “As universidades públicas têm um sistema de cotas para alunos que vêm de escolas públicas. É necessário esse sistema, porque no momento de disputa por vaga, as condições não são as mesmas, comparando os que vieram das escolas públicas e os que vieram de escolas particulares. Lindo será o dia em que todos terão as mesmas condições de acesso à universidade e ao mercado de trabalho, mas ainda não estamos nesse estágio. Acredito que é sim necessário o Poder Público pensar em políticas”, finalizou.

Já nesta terça-feira, 28 de setembro, com 11 votos contrários, os vereadores rejeitaram um projeto de lei que pretendia instituir em Valinhos um Dia Municipal de Luta contra a LGBTfobia. A proposta apresentada também pelo vereador Marcelo Yoshida (PT) teve voto favorável apenas do próprio autor e dos vereadores Alécio Cau (PDT), Gabriel Bueno (MDB) e César Rocha (DC).

A vereadora Mônica Morandi (MDB) não estava presente na votação e o vereador Franklin (PSDB), por ser presidente, só vota em caso de empate. O projeto colocava a data no Calendário Oficial de Eventos do Município e propunha uma reflexão sobre o respeito à diversidade sexual e combate à sua discriminação. Ao defender o texto em plenário, Marcelo Yoshida disse que não se tratava de um privilégio ao público LGBTQIA+ e elencou outras datas comemorativas que já existem em Valinhos, abrangendo públicos e temas diversos.

“Nós temos 84 dias ou semanas que também abordam dificuldades de outras populações, inclusive com temáticas religiosas. Será que essas populações e essas religiões foram privilegiadas em determinado momento ou será que é dada a importância dessas populações e dessas entidades religiosas?”, questionou. “Nós LGBTs também temos religião. E dentro das nossas religiões, das nossas igrejas, nós também somos aceitos. E é isso que a gente deseja: aceitação e acima de tudo respeito para que não sejamos mais agredidos na rua, para que eu possa andar com o meu marido na rua de mãos dadas sem ser xingado, porque é isso que acontece”, finalizou. (Com informações de divulgação)

Continue lendo
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Carro pega fogo e mobiliza o Corpo de Bombeiros em Valinhos

Artigo

em

Por

Carro pegou fogo durante a manhã em Valinhos (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Valinhos)

 

Um carro pegou fogo na manhã desta quarta-feira (27) na Rua Vereador Walter Obmer Woelzke, próximo ao CLT (Centro de Lazer do Trabalhador), em Valinhos.

O Corpo de Bombeiros da cidade foi acionado. De acordo com a corporação, um casal que estava no veículo quando as chamas se alastraram não ficou ferido.

A via ficou interditada durante o atendimento. As chamas foram controladas rapidamente e o automóvel ficou parcialmente queimado.

Não se sabe o que teria causado o incêndio. 

Carro pegou fogo durante a manhã em Valinhos (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Valinhos)

Continue lendo

Notícias

DE CADA 10 MORADORES DE VALINHOS 8 ESTÃO IMUNIZADOS

Artigo

em

Por

Valinhos chegou, nesta terça-feira, dia 36, à marca de 198 mil vacinas aplicadas contra a covid-19 na população, sendo que 8 a cada 10 valinhenses, com idade superior a 12 anos, estão com os esquemas de vacinação completos.

O município registrou nesta semana o menor número de pacientes internados nos hospitais da cidade com a covid-19 em 2021, sendo um dos diversos efeitos positivos que a vacinação contra a doença gera.

Vá até a sede da Vigilância Epidemiológica, se você perdeu alguma dose da vacina, localizada na Avenida Brasil, 144, de segunda a sexta-feira das 8h às 16h, com documento de identificação, comprovante de vacinação e endereço.

Já os idosos com mais de 60 anos que tomaram a segunda vacina contra a covid-19 há 6 meses, estão aptos para a tomarem a dose de reforço, em alguma UBS, com esquema de distribuição próprio em cada unidade e também através do agendamento no site: valinhosportal.siss.online.com.br. 

Continue lendo

Notícias

VALINHOS TERÁ ‘CORRIDA DO DOCE’

Artigo

em

Por

A parceria entre as lojas Ápice Store, Belle Brás, Cacau Brasil, Toy Kids, Natura, Ponto 1, Cris do Monte, Cris do Monte II, Alore Semi Joias, Ateliê da Rô, VM Store, Sapeca, Vizual Calçados, Broken Phone, Link On e Sou Nude, todas de Valinhos, resultou em uma grande brincadeira para as crianças neste ‘Dia das Bruxas’.

As inscrições foram abertas hoje, dia 26, e o evento será sábado, dia 30, a partir das 9h. No dia da brincadeira, as crianças receberão um balde de abóbora para irem pegar os doces com as 16 lojas que estão participando da campanha e devem ser retirados até às 10h30.

Para fazer a inscrição e saber mais informações, entre em contato pelo Whatsapp (19) 988762706.

Continue lendo

+ VISTOS

Copyright © 2021, powered by Notícias de Vinhedo.