Connect with us

Notícias

Em racionamento, Valinhos negocia acordo para captar água em Campinas e garantir abastecimento; entenda

Artigo

em

Valinhos firma acordo para comprar água de Campinas em meio à crise hídrica

Valinhos firma acordo para comprar água de Campinas em meio à crise hídrica

Com um racionamento severo que impõe cortes no fornecimento de água em até três dias da semana (veja detalhes abaixo), Valinhos (SP) anunciou, na manhã desta terça-feira (5), que negocia um acordo com a Prefeitura de Campinas (SP) para iniciar a captação de 800 milhões de litros do recurso na metrópole e, assim, diminuir os impactos da estiagem e garantir o abastecimento da população. De acordo com a Sanasa, as negociações estão em estágio avançado e os detalhes comerciais serão objeto de reunião entre as partes ao longo desta semana. Veja nota da empresa, na íntegra, mais abaixo.

(CORREÇÃO: O g1 errou ao informar que o acordo estava formalizado. Em nota, a Sanasa confirmou as negociações avançadas e a expectativa de concluir o acordo nos próximos dias. A informação foi corrigida às 17h50).

De acordo com o Executivo de Valinhos, os trabalhos de interligação das redes entre as duas cidades será realizado em 30 dias. A Sanasa, responsável pelo serviço de saneamento de Campinas, afirmou que o início das tratativas para concretizar a parceria foi uma determinação do prefeito Dário Saadi (Republicanos).

A prefeitura do município vizinho à metrópole afirmou que a interligação das redes será realizada na altura do Condomínio Vista Valley, em Valinhos, e o bairro Vila Formosa, em Campinas, sob o Anel Viário José Roberto Magalhães Teixeira. O acordo foi oficializado em reunião nesta terça com o Comitê Hídrico da cidade, recentemente implantado por conta do racionamento.

Local onde será feita a captação de água em Campinas pela Prefeitura de Valinhos — Foto: Reprodução/EPTV

O valor da compra não foi informado. A previsão é que Valinhos receba 25 litros de água tratada por segundo. Segundo a administração municipal, apesar da parceria, o racionamento na cidade continua sem alterações. O abastecimento de Campinas não será prejudicado.

Em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, a prefeita de Valinhos, Capitã Lucimara (PSD), afirmou que 33% das residências do município serão beneficiadas com o acordo, principalmente as que ficam nos pontos mais altos.

“Foi avaliado junto a Sanasa e ela disse que era possível fazer essa interligação e a gente pôde fazer junto a lei de licitações esse acordo de fornecimento de água tratada. Essa parceria vai amenizar a escassez de água e vai trazer também um equilíbrio ao sistema, com a água chegando com maior pressão”, explicou a chefe do Executivo.

Valinhos está com os reservatórios em situação crítica por conta da estiagem, com queda de até 84% no volume de água. Na cidade, cerca de 40% da captação da água vem de mananciais – outros 60% são do Rio Atibaia –, e muitos estão no limite. O do Moinho Velho, por exemplo, que tem capacidade para reservar até 120 mil metros cúbicos de água, opera com apenas 2%.

Em média, Valinhos costumava captar 190 litros de água por segundo dos ribeirões e córregos da cidade. Atualmente, atinge no máximo 30 litros por segundo.

Com estiagem, reservatório que abastece Valinhos (SP) tem bancos de terra aparentes — Foto: Reprodução/EPTV

O que diz a Sanasa

Em nota enviada na tarde desta terça, a Sanasa, empresa responsável pelo abastecimento em Campinas, informou que as negociações estão em estágio avançado entre as partes. Veja na íntegra:

“Nos últimos dias, as equipes da Sanasa-Campinas e do Departamento de Água e Esgotos de Valinhos tem discutido intensamente a possibilidade de uma parceria que permita encontrar uma solucção temporária para o abastecimento de água em Valinhos, amenizando os efeitos da grave crise hídrica que nos assola. As negociações estão em estágio avançado entre as partes, particularmente no que respeita aos aspectos técnicos e jurídico. Ao longo desta semana, os detalhes de natureza comercial serão objeto de reunião entre as partes. Nossa expectativa é que possamos concluir, com sucesso, nos próximos dias e iniciar as intervenções técnicas necessárias para o fornecimento, o qual deverá começar em até 30 (trinta) dias, após a assinatura do contrato”.

Racionamento: como funciona

A decisão de aplicar o racionamento foi confirmada pela prefeitura em 26 de agosto, após ela admitir que as manobras empregadas três dias antes para redirecionamento da água entre os bairros, por meio de alterações na pressão da rede, foram insuficientes para resolver os problemas.

Desde 17 de setembro, a divisão de bairros passou de quatro para seis, e duas destas áreas têm cortes no fornecimento em três dias da semana, e as demais mantêm duas – veja cronograma abaixo.

Divisão de áreas de Valinhos para racionamento de água

DOMINGO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
2 (inclui Centro) e 4 1 e 2A 3 e 3A 1 e 2 3A e 4 1 e 2A 3 e 3A

A restrição faz parte da bandeira vermelha do Plano de Estiagem e Racionamento de Água do município, onde também são previstas captações de água excepcionais e multa inicial de R$ 441,21 para quem for flagrado enquanto desperdiça. “Os mananciais internos são responsáveis por 38,7% da água que é consumida na cidade e estão operando com níveis muito inferiores aos desejados. O percentual de reservação de água bruta está, nas barragens valinhenses, em 45% na Santana do Cuiabano, 10% na Moinho Velho, 20% na Figueiras e em 5% na João Antunes dos Santos”, diz nota.

A bandeira vermelha deve valer até 12 de novembro, mas, segundo a prefeitura análises sobre a situação serão feitas em tempo real. A reivindicação é para que a população faça uso consciente.

Entre as formas de desperdício listadas pelo governo municipal estão: uso de água para lavagem de áreas internas e externas dos imóveis, incluindo telhados; drenagem de caixas d’água e de piscina; além da lavagem de veículos, exceto estabelecimentos com alvará. Segundo a prefeitura, o emprego da água de reuso terá que ser comprovado, e denúncias podem ser feitas pelo 0-8000-133-839.

Regras impostas no decreto

  • As regras valem de 24 de agosto a 12 de novembro de 2021.
  • A classificação na bandeira vermelha tem como objetivo evitar o uso inadequado e o desperdício de água tratada.
  • Órgãos municipais estão autorizados a impor medidas restritivas para uso de água tratada em finalidades não essenciais.
  • Fixar uma multa no valor de R$ 441,21 – equivalente a até 500 vezes o custo da ligação de água.
  • A multa é para casos de irregularidades praticadas pelos moradores, que ponham em risco a saúde pública ou o sistema de abastecimento de água.
  • A prefeitura está autorizada a buscar ressarcimento dos que, por ação ou omissão, causarem danos nas redes de água, esgoto e as respectivas ligações.
  • A autuação pode ser aplicada pela Guarda Municipal e pelo Daev.

Divisão de bairros

  • Jardim Primavera, Jardim Ribeiro, Vila Coqueiro, São Cristóvão, Jardim Imperial, Vila Imperial, São Jorge, Bela Vista, Jardim Planalto, Jardim Panorama, Residencial Augusto Valentim Juliato, Vila Pagano, Morada do Sol, Jardim Universo, Jardim do Lago, Jardim Maracanã, Chácara Silvânia, Santo Antonio, Res. São Luiz, Vale do Itamaracá, Village do Itamaracá I e II, Reserva do Itamaracá, Paiquerê, Condomínio Villa Araucária, Sítio Recreio dos Cafezais, Condomínio Villagio Florença, Condomínio Quinta das Oliveiras, Condomínio Millenium, Condomínio Morada das Nascentes, Condomínio Residencial Blumen Hof, Condomínio Quinta do Porto, Quinta das Parreiras, Condomínio Camburi, Vila Murano, Vila Toscana, Boa Esperança, Castelo, Nova Valinhos, Colina do Sol, Terra Nova, Vera Cruz, Jardim Soleil, Vila Embaré, Condomínio Oruam, Condomínio Tabapuã, Condomínio Monterosso, Monte Carlo, Nova Suíça, Nova Itália, Cond. Serra D´agua, Vila Rosa, Vila Norma, Vila São Sebastião, Vila Angeli, Vila Bissoto, Vila Olivo, Vila Anhanguera, Vila Franceschini, Vila Thereza, Vila Jair, Vila São José, Jardim Europa, Vila Brasiliana, Reserva das Palmeiras, Apaga Fogo, Jardim Recanto, Terras do Paiquerê, Portal do Quiririn, Cond. Athenas, Moinho Verde, Bougainvillea, Vila Progresso, Santa Marina, Jardim Valença, Itamambuca, Resid. Ouro Verde, Pq. Florence, Santa Escolástica, Quinta das Jabuticabeiras, Pacaembu, Condomínio Vila Santa Rosa, Vila Faustina I e II, Jardim Morumbi, Residencial Jardins, Residencial Bosque da Mata, Residencial Vale do Sol, Residencial São Conrado, Condomínio Vila Santa Rosa.
  • parte baixa Colina dos Pinheiros, parte baixa Portal do Jequitibá, Vitória Régia, Palmeiras, Jardim Itapuã, Jardim Manacás, Terras do Caribe, Terras do Oriente, Jardim São Marcos, Condomínio Vila do Sol, Jardim Santa Maria, Santa Gertrudes, Samambaia, Samaritano, Jardim São Luiz, Village Di Napolli, Flor da Serra I e II, Jardim Jardim Paraiso, Pq. das Colinas, Alvorada I e II, Vale das Figueiras, Jardim Centenário, Pq. Portugal, Jardim Maria Rosa, Nova Espirito Santo, Pq. dos Cocais, Pq. dos Pássaros, Vila Ventura, Brisa Clube House, Floratta Clube House, Capuava, São Lourenço, Centro Comercial Valinhos, Novo Mundo I,II e II, Pq. Floresta, Contendas, Itapema, Tabatinga, Le Village, Recanto das Águas, Subdivisão Iporanga, Bairro do Frutal, Santa Emília, Village Santa Clara, Vivenda das Pitangueiras, Jardim Novo Milênio e Residencial Beira Rio.
  • Moinho de Vento, Vila Dorata Residenciale, Vitta Verde, parte alta Colina dos Pinheiros, parte alta Portal do Jequitibá, Jardim Nova Palmares, Pq. das Figueiras, Bom Retiro I e II, Jardim Eliza, Monte Verde II, Maison Blanche, Pedra Verde, Jardim União, Resindecial Chiari, Piazza di San Marco, Condomínio Residencial Villagio di Fiori, Condomínio Sapucaia, Residencial Tábata, Residencial Colina Verde, Residencial Portal da Colina, San Marino, Nova Era I e II, Ortizes, Santa Rosa, Vila São Joaquim, São Pedro, Ponte Alta, Santa Cecília, Vila São Cristóvão(zona baixa), Vila Rigesa, Vila Papelão, Vila Ramaciotti, Jardim Paulista Condomínio Fiorella, Residencial Verona, Residencial Vitória e Residencial Santa Eliza.
  • Vila Santana, Jardim Pinheiros, parte intermediária do Colina dos Pinheiros, Fonte Nova, Água Nova, Ana Carolyna I e II, parte intermediária do Portal do Jequitiba, Pq. Santana, Monte Verde I, Condomínio Residencial Euroville, Jd São Felipe, Lausane, Zurich Dorf, Villagio Fiorentino, Jardim Ype, Jardim Maria Rosa, Vila Fontana, Maria Regina, Resid. Santa Thereza, Condomínio Cedros do Líbano, Residencial Valença, Vivaz Residencial, Jardim Celani, Colina dos Álamos e Florada da Mata.
  • Jardim América II, Jardim Jurema, Condomínio São Joaquim, Chácara Flora, Vila Moletta, Jardim Alto da Colina, Jardim Alto da Boa Vista, Vivenda das Cerejeiras, Shangri-la, Vila Colega, Chácara das Nações, Residencial Jardim Paraná, Recanto do Pássaros I e II, Mirante do Lenheiro, Jardim São Francisco, Lenheiro, Vivenda das Quaresmeiras, Jardim Novo Horizonte, Maria Ilydia, Santa Helena, Villagio Fiorentino, Colina dos Coqueiros, Vila dos Funcionários, Madre Maria Villac, Vila Vitória, Residencial Canter Ville, Vila Romana I e II, Vila Real, Celani, Chac. das Rosas, Villagio Veneto, Condomínio Porto do Sol, Condomínio Mais Campos Salles, Condomínio Village São Joaquim, Lot. Residencial Mont’Alcino, Vale das Uvas, Condomínio São Domingos, Condomínio Bella Guarda del Bosco e Condomínio Vista Valley.
  • Country Clube, Parque Valinhos, Vale Verde, São Bento do Recreio, San Fernando e Condomínio San Pietro.

VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas

Continue lendo
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Cães de Valinhos que comeram salsichas com anzóis têm pontos retirados e recebem alta cirúrgica

Artigo

em

Por

Cães que comeram salsichas com anzóis recebem alta cirúrgica em Valinhos (SP) — Foto: Christiano Yamasaki

Os sete cães que passaram mal após comerem salsichas com anzóis, em Valinhos (SP), foram submetidos à retirada de pontos e receberam alta cirúrgica nesta segunda-feira (18). De acordo com o médico veterinário que cuidou de seis dos animais, a partir de agora, o tratamento de todos será feito por meio de acompanhamento alimentar.

“O cuidado com a alimentação é para manter o processo de cicatrização [dos pontos retirados]. Em breve, eles vão estar liberados para voltar à vida normal”, detalhou Christiano Yamasaki.

Dos sete cães, quatro ainda estão no lar temporário onde o episódio aconteceu, no dia 3 de outubro, e três já estão com as famílias.

“A gente espera que eles [policiais] consigam localizar quem cometeu o atentado contra esses cães e que a Justiça faça o que tem que ser feito”, disse Yamasaki.

O episódio foi registrado na Delegacia de Valinhos como crime contra o meio ambiente mediante prática de ato de abuso a animais.

Nesta segunda, o delegado à frente do caso, João Neves, informou à apuração da EPTV, afiliada da TV Globo, que durante a investigação tomou conhecimento sobre uma pessoa que havia comprado anzóis em uma loja da cidade um dia antes do atentado contra os cães.

De acordo com o titular, a investigação apontou que o indivíduo voltou ao estabelecimento, após a repercussão do caso, para questionar se o local possui câmeras de segurança. Ele foi ouvido, mas por falta de provas, não foi considerado formalmente suspeito, informou Neves.

O ocorrido segue em investigação pela Delegacia de Valinhos, que aguarda o resultado de uma perícia feita nas salsichas com anzóis.

O episódio aconteceu em uma hospedagem para cães, no dia 3 de outubro. De acordo com a proprietária do local, Dulce Miragaia, os cães saíram para brincar do lado de fora e, na ocasião, encontraram uma armadilha feita de salsichas lotadas de anzóis.

Um dos cachorros tinha 34 destes objetos no estômago. A EPTV teve acesso aos exames de raio-x.

Raio-x mostra anzóis dentro do estômago de cachorros — Foto: Reprodução/EPTV

O local não tem vizinhos e circuito de segurança, mas a proprietária suspeita que alguém colocou a armadilha durante a madrugada.

“A princípio, eu achei que era veneno. Eu vi que alguns já estavam comendo, aí eu chamei um pessoal que faz um raio-x móvel para ver quais cachorros tinham comido a salsicha”, disse Dulce na ocasião.

Já o médico veterinário Yamasaki, que faz o acompanhamento do estado de saúde dos cães, ficou impressionado com a maldade da ação.

“É uma coisa que eu fiquei assustados de ver. Além do que tinha 34 anzóis, tinha um com 11 anzóis, outro com seis, entre estômago e intestino. […] Eu já tirei todo o tipo de artefato ingerido acidentalmente, mas assim, de forma criminosa eu nunca vi, porque o anzol não mata, foi para machucar mesmo e dificultar a remoção”, lamentou Yamasaki.

Crime com penas mais duras

Maltratar animais é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais, que ficou mais rigorosa no ano de 2020. A pena varia de dois a cinco anos de prisão, além de multa que pode ultrapassar o valor de R$ 300 mil. Se o animal morrer, a penalidade aumenta.

“Essa pena pode ser aumentada de entre 1/6 e 1/3. É um crime afiançável, mas por conta dessa nova pena, o delegado não pode mais arbitrar a fiança, que só pode ser arbitrada pelo juiz na audiência de custódia”, explica a advogada criminalista Carolina Defilippi.

Continue lendo

Notícias

VALINHOS CONFIRMA DUAS MORTES POR COVID-19

Artigo

em

Por

A Secretaria de Saúde confirmou nesta segunda-feira, dia 18, 2 mortes e 45 novos casos de Covid-19 em Valinhos, de sábado até hoje.

Com isso, a cidade tem agora 15.104 casos confirmados e 404 óbitos causados pelo coronavírus. Os óbitos confirmados são de pacientes com início de sintomas há mais de 30 dias.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI na cidade está em: 10% no Galileo e 35% na Santa Casa. A taxa de ocupação de enfermaria é de: 3% no Galileo e 20% na Santa Casa.

Ao todo, 17.153 casos de munícipes já foram descartados, sendo 164 óbitos.

Continue lendo

Notícias

BASQUETE FEMININO DE VALINHOS JOGA CONTRA O CENTRO OLÍMPICO NESTA QUARTA-FEIRA

Artigo

em

Por

A equipe Sub 13 de basquete feminino de Valinhos joga nesta quarta-feira, dia 20, no Ginásio Municipal de Esportes Vereador Pedro Ezequiel da Silva, contra o Centro Olímpico, de São Paulo.

Rodada pelo Campeonato Paulista, o jogo está previsto para as 16h. O time fez ainda uma partida adiantada de returno hoje, dia 18, com placar de Valinhos 34 x 19 Clube Esperia.

Continue lendo

+ VISTOS

Copyright © 2021, powered by Notícias de Vinhedo.