Connect with us

Notícias

Vereadores pedem abertura de “CPI do lodo” em Valinhos

Artigo

em

Estação de tratamento de lodo do DAEV em Valinhos – Foto DAEV

O vereador Alécio Cau (PDT), acompanhado de Marcelo Yoshida (PT), Henrique Conti (PTB), Rodrigo Toloi (DEM), Cesar Rocha (DC) e Gabriel Bueno (MDB) assinam o requerimento 1782/2021, que pede a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) afim de investigar uma Concorrência (02/2021 – tendo como objeto o serviço de coleta, carregamento com retroescavadeira, transporte e disposição final de lodo das Estações de Tratamento de Água – ETA I e ETA II e Estação de Tratamento de Esgoto – ETE) do DAEV (Departamento de Águas e Esgoto de Valinhos) que foi cancelada, enquanto o contrato anterior (33/2016) foi aditivado.

O contrato tinha o valor inicial de R$ 1.609.507,41 (um milhão, seiscentos e nove mil, quinhentos de sete reais e quarenta e um centavos) e foi prorrogado ao custo de mais R$ 804.785,21 (oitocentos e quatro mil, setecentos e oitenta e cinco reais e vinte e um centavos), publicado no Boletim Municipal na edição 2160 de 10 de setembro de 2021.

Em uma quarta-feira, 18 de agosto, o Termo Aditivo foi assinado. Na segunda-feira seguinte, em 23 de agosto, o DAEV publicou um comunicado em seu site revogando a licitação que posteriormente foi publicada também no boletim oficial de 24 de agosto.

Ocorre que, de acordo com o que consta nos autos do processo n. 680/2021, à fl. 187, em 13 de agosto de 2021 foi indicado pelo Diretor do Departamento Jurídico o “cancelamento” da licitação, dizendo que “como houve renovação de contrato para a prestação de serviços idênticos ao pretendido pelo certame, sugiro o cancelamento deste processo 680/2021”, assinado pelo diretor Cleber Bernardi.

A aparente revogação imotivada do certame resultou na paralisação da retirada de lodo das Estações de Tratamento de Água do município, causando danos ao sistema hídrico que sofre com severa estiagem. Isto porque o lodo que concentra na estação de tratamento de água bruta é devolvido para o Rio Atibaia com considerável volume de água que poderia ser tratada.

Ao contrário do disposto no despacho do Diretor do Departamento Jurídico, o certame não tinha objeto idêntico ao do contrato 33/2016. De um lado a licitação embarcava em lotes a remoção de resíduos das ETA I e II e da ETE. De outro, o contrato diz respeito apenas à remoção de resíduos da ETE e tem prazo determinado da prorrogação de 180 dias.

A propositura deve ser lida na próxima terça-feira (19).

Continue lendo
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Vinhedo retoma campanha de incentivo com picolés e livros para crianças vacinadas

Artigo

em

Por

A campanha de incentivo à vacinação e à leitura em Vinhedo continua sendo realizada em Vinhedo para crianças de 5 a 11 anos de idade, com distribuição de livros e picolés. As crianças imunizadas recebem ainda um certificado de coragem em seu nome. Nesta fase da vacinação de crianças, estão sendo imunizadas as que têm comorbidades e são deficientes. A campanha é realizada sem custos para a Prefeitura. Os picolés foram doados pela Sorveteria Ideal e Pomar da Amazônia. Os livros são da Biblioteca Municipal, doados por pessoas, entidades, autores e editoras.
 
A ação é coordenada pela Secretaria de Cultura e Turismo, em parceria com as empresas e a Biblioteca, e está prevista para ocorrer até fevereiro, enquanto houver picolés e livros para serem doados. Até esta quarta-feira, foram doados pelas sorveterias 1.150 picolés e 1.300 livros foram disponibilizados pela Biblioteca Municipal para serem entregues às crianças.
 
Esta semana, a vacinação acontece, até sexta-feira, em três Unidades Básicas de Saúde (UBSs) sem necessidade de agendamento. As doações de picolés e livros acontecem nesse locais, UBSs Vila Planalto, Vila João XXII e Meirelles (Capela). O atendimento nas UBSs acontece por ordem de chegada.
Vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência (PCDs)

Vacinação 

Dias 19, 20 e 21 de janeiro, quarta, quinta e sexta-feira

UBS Vila Planalto – Rua Brasília, 273, Vila Planalto
Distribuição de senhas a partir das 7h30
 
UBS Vila João XXIII – Rua Artur Biancalana, 120, Vila João XXIII
Distribuição de senhas a partir das 12h15

UBS Dr José Osmar Meirelles dos Santos – Rua Agenor de Matos, 170 – Capela
Distribuição de senhas a partir das 12h15

Comorbidades

Diabetes Mellitus
Pneumopatia crônicas graves
Hipertensão Arterial 
Insuficiência cardia
Cor pulmonale e Hipertensão pulmonar 
Cardiopatia Hipertensão
Síndrome coronarianas
Valvopatias
Miocardiopatia e pericardiopatias
Doença da Aorta,dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas 
Cardiopatia congênita
Próteses valvares e dispositivo cardíacos implantado
Doenças neurológicas crônicas 
Doenças renais crônicas 
Imunocomprometidos
Hemoglobinopatias graves
Obesidade mórbida 
Sindrome de down
 

Continue lendo

Notícias

Vinhedo continua vacinação de crianças com comorbidade e PCDs até sexta-feira (21)

Artigo

em

Por

A Secretaria de Saúde de Vinhedo vai continuar vacinando crianças de 5 a 11 anos, com comorbidades ou deficientes, até sexta-feira nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Vila Planalto, Vila João XXII e Meirelles (Capela). A vacinação estava prevista para acontecer até esta quarta-feira (19), mas foi estendida até sexta, nos mesmos locais e horários, sem necessidade de agendamento neste momento. Serão distribuídas senhas em cada unidade a partir do início do horário de atendimento, conforme os horários abaixo.
 
A Secretaria de Saúde que recebeu na sexta-feira passada (14) 360 doses para imunizar moradores com comorbidade e pessoas com deficiência na faixa entre e 5 e 11 anos, que estão sendo priorizados nessa etapa da vacinação desse público. Nesta quarta, mais 430 doses foram enviadas pelo governo estadual para esse público. O governo estadual ainda não divulgou o calendário de vacinação, mas a previsão é de que as demais crianças de 5 a 11 anos sejam vacinadas a partir de fevereiro por ordem decrescente de idade.  
 
O atendimento nas UBSs é por ordem de chegada. As crianças devem estar acompanhadas pelos responsáveis maiores de idade. É preciso levar Cartão Cidadão, documento com foto, CPF da criança, comprovante de endereço caso o morador não tenha o Cartão Cidadão e laudo, exame ou receita médica com comprovação da comorbidade.
 
A Secretaria de Saúde solicita ainda que os responsáveis levem o cartão de vacinação da criança. Caso a criança tenha recebido alguma vacina nos últimos 15 dias, não pode receber a imunização contra o coronavírus, é preciso esperar 15 dias. 
 
A Prefeitura solicita aos moradores que façam o pré-cadastro no Vacina Já, do governo estadual, https://www.vacinaja.sp.gov.br/. O pré-cadastro não funciona como agendamento, mas agiliza o atendimento dos moradores, evitando filas e demora, porque as informações cadastrais já ficam disponíveis no sistema. Moradores que não fizerem o pré-cadastro no site precisam preencher o formulário com as informações da criança no momento da vacinação. 
 
 
Vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência (PCDs)

Dias 19, 20 e 21 de janeiro, quarta, quinta e sexta-feira

UBS Vila Planalto – Rua Brasília, 273, Vila Planalto
Distribuição de senhas a partir das 7h30
 
UBS Vila João XXIII – Rua Artur Biancalana, 120, Vila João XXIII
Distribuição de senhas a partir das 12h15

UBS Dr José Osmar Meirelles dos Santos – Rua Agenor de Matos, 170 – Capela
Distribuição de senhas a partir das 12h15

Comorbidades

Diabetes Mellitus
Pneumopatia crônicas graves
Hipertensão Arterial 
Insuficiência cardia
Cor pulmonale e Hipertensão pulmonar 
Cardiopatia Hipertensão
Síndrome coronarianas
Valvopatias
Miocardiopatia e pericardiopatias
Doença da Aorta,dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas 
Cardiopatia congênita
Próteses valvares e dispositivo cardíacos implantado
Doenças neurológicas crônicas 
Doenças renais crônicas 
Imunocomprometidos
Hemoglobinopatias graves
Obesidade mórbida 
Sindrome de down
 

Continue lendo

Notícias

Sanebavi suspende rodízio de abastecimento de água até segunda-feira (24)

Artigo

em

Por

Medida vale a partir desta quarta-feira (19) até a segunda-feira (24), quando nova avaliação da situação hídrica do município será feita

A Sanebavi decidiu suspender o rodízio de abastecimento de água em Vinhedo, até segunda-feira (24), considerando as instabilidades no sistema da Estação de Tratamento de Água (ETA) 1 nos últimos dias, em função das manutenções realizadas na unidade. A medida vale a partir desta quarta-feira (19) até a segunda-feira (24), quando nova avaliação da situação hídrica do município será feita para definir a continuidade ou suspensão definitiva do rodízio.
 
“Vamos fazer uma análise durante esses dias de suspensão do rodízio, para ver como se comportará o sistema e, a partir disso, definirmos o prolongamento ou encerramento do rodízio. Se conseguirmos uma recuperação satisfatória, inclusive frente às chuvas, conseguiremos ampliar a oferta de água para a população.  A colaboração da população com o consumo moderado da água é fundamental neste período”, afirma o superintendente da Sanebavi, Jaderson Spina.
 
Dessa forma, a partir desta quarta-feira todos os bairros atendidos pelo Sistema ETA1, tanto do setor verde como o amarelo, terão o abastecimento sem interrupções durante os próximos seis dias, até a nova avaliação do sistema.
 

Autor: Sanebavi

Continue lendo

+ VISTOS

Copyright © 2021, powered by Notícias de Vinhedo.