Connect with us

Notícias

Vinhedo, uma das 37 cidades inteligentes de São Paulo, aposta em projeto para produção de água obje …

Artigo

em

vinhedo / sp / cidade inteligente vinhedo – sp , se torna cidade inteligente

Solução proposta por consultoria socioambiental -Synergia, permite produzir água e garantir a sustentabilidade hídrica de municípios

O Brasil enfrenta uma das maiores crises hídricas da sua história com risco de racionamento tanto de água quanto de energia. Um problema que certamente poderia ser evitado, ou na pior das hipóteses amenizado, com investimento em soluções ideais. Uma dessas soluções são as chamadas cidades inteligentes, que se apoiam na conservação e melhor manejo no uso dos recursos hídricos. 

Leia também

As chamadas smart cities utilizam a tecnologia de modo estratégico para melhorar a infraestrutura, otimizar a mobilidade urbana, criar soluções sustentáveis e outras melhorias necessárias para a qualidade de vida dos moradores. 

Vinhedo, uma das 37 cidades inteligentes de São Paulo, aposta em projeto para produção de água objetivando garantir a sustentabilidade hídrica do município nos próximos anos.

No Brasil, a cidade de Vinhedo é considerada uma das cidades inteligentes, ocupando a 56ª colocação em nível nacional e a 2ª colocação na categoria de 50 a 100 mil habitantes, de acordo com a pesquisa Connected Smart Cities realizada pela Urban Systems e divulgada em setembro de 2021. 

Tornar-se uma cidade inteligente passa por diversos eixos de gestão, entre eles o uso inteligente dos recursos naturais. Aí surge o diálogo entre Vinhedo e a metodologia verde da consultoria socioambiental Synergia, que propõe a produção de água e a sustentabilidade hídrica dos municípios. O método oferecido pela Synergia promove o aumento da disponibilidade hídrica para municípios de uma maneira sustentável e até 50% mais econômica que as soluções tradicionais, como as represas, por exemplo. 

Estudo

No interior de São Paulo, a cidade de Vinhedo, com 80 mil habitantes, decidiu apostar nesse método que prevê um aumento do volume do lençol freático da bacia hidrográfica na extensão de seu território correspondente até 11 centímetros. Essa medida, que para o olhar de um leigo pode parecer pequena, é capaz de substituir a reserva de água de quatro represas, quantidade necessária para dar conta do consumo do município, garantindo que não venha a sofrer com falta d’água ou racionamento. Aplicar o método de produção de água por meio de tecnologia verde representará um investimento 50% menor do que a construção de represas. Quanto antes o método da Synergia for implantado, antes as cidades poderão abrir mão de soluções paliativas, como retirada de água de mananciais quase esgotados. 

E mais, a possibilidade de quantificação da produção de água a partir da recuperação físico-hídrica das bacias hidrográficas que compõem o município é um dos fatores que torna a solução diferenciada, graças à aplicação de modelo computacional que automatiza os cálculos, garantindo precisão e agilidade nos processos. Comparando o custo estimado de construção de represas (R$77.807.968,28) com a metodologia da Synergia (R$36.042.700,29), no exemplo de Vinhedo, os cofres públicos ganhariam em economia, preservação ambiental e, ao mesmo tempo, promoção da qualidade de vida para sua população.  

Princípio parecido foi aplicado na cidade de Extrema, em Minas Gerais. Na região rural do município, o método de infraestrutura verde, dentro do Programa Conservador das Águas, possibilitou que os proprietários rurais fossem beneficiados pela recuperação físico-hídrica das bacias, que passaram a absorver mais água da chuva e, consequentemente, aumentaram a produção de água cuja maior beneficiada foi a região metropolitana de São Paulo. 

“A crise hídrica nacional tem origem tanto na utilização dos solos e dos recursos hídricos de forma desordenada, sem planejamento e degradatória, quanto pelo agravamento das mudanças hidrológicas climáticas envolvendo o regime de chuvas que tem mudado muito nos últimos anos. Nesse cenário, a região sudeste, por acolher grande parte das indústrias, adensamento populacional, irrigação e diversos outros usos, tem sido a mais sacrificada pela, cada vez mais recorrente, escassez hídrica”, explica Fabio Marçal, gerente de projetos e especialista em sustentabilidade hídrica da Synergia. 

Produção de água por meio de recuperação físico-hídrica das bacias tem como ponto chave o aumento da capacidade de retenção de água da chuva pelo solo.

O método da Synergia para produção de água por meio de recuperação físico-hídrica das bacias tem como ponto chave o aumento da capacidade de retenção de água da chuva pelo solo. Com o passar dos anos, a ação do homem sobre a natureza vem causando impermeabilização do solo. O método, com suas ações sistemáticas, prevê a recuperação desse solo, para que ele retome sua capacidade de absorção, infiltração e percolação da água da chuva, aumentando assim as reservas hídricas subterrâneas. A solução parece lógica, no entanto é o planejamento dessa recarga em etapas sucessivas e específicas atuando em cada plano da paisagem que torna o método diferenciado e eficiente. 

Com a produção de água desta forma é possível recuperar rios e córregos que secaram, pois “ao aumentar a retenção de água pela infiltração no solo, a água que escorreria superficialmente e seria perdida em poucas horas, abandonando a bacia hidrográfica na parte mais baixa do terreno, seria preservada e abasteceria os lençóis subterrâneos que, por sua vez, abasteceriam as nascentes e os córregos. É essa água, que vem do fluxo de base, que diferencia os rios e córregos permanentes dos sazonais”, explica Marçal.  

Solução é uma alternativa ágil, verde, ética e mais econômica para o aumento da capacidade hídrica.

A solução da Synergia é uma alternativa ágil, verde, ética e mais econômica para o aumento da capacidade hídrica. “A ideia de que ações de conservação de infraestruturas verdes só renderão resultados para as gerações futuras, não é verdadeira nessa alternativa”, segundo Marçal. “Com esse método vamos além da recuperação da mata ciliar onde, de fato, o processo é demorado, afinal uma árvore demora alguns anos para crescer e exercer a proteção que deveria dentro do processo hidrológico.

O diferencial do modelo é que ele não está baseado apenas no reflorestamento, e sim na paisagem como um todo, começando pela mata de topo de morro onde é possível evitar o começo da erosão do solo e, principalmente, incluindo a área de meia encosta, com práticas como o terraceamento, manejo e adequação das culturas e pastagens, promoção da porosidade, proteção das estradas rurais, entre outras ações que fazem com que a retenção da água da chuva aconteça”, detalha o especialista. 

Em até um ano após o início do processo de recuperação da área já é possível notar um aumento significativo na vazão das nascentes, córregos e rio daquele sistema hídrico, afirma Fabio Marçal. 

Sobre a Synergia (https://www.synergiaconsultoria.com.br/)  

Continue lendo
CLIQUE PARA COMENTAR

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias

Vinhedo terá novo sistema de estacionamento rotativo na região central

Artigo

em

Por

O Distrito Turístico Serra Azul já é uma realidade nos municípios de Itupeva, Louveira, Jundiaí e Vinhedo. Nesta quinta-feira (30) ele ganhou ainda mais força! É que aconteceu a inauguração do Cyan Resort by Atlantica Hospitality International.

O diretor do grupo Terras de São José, César Federmann, comentou sobre a entrega da obra. “É uma satisfação cumprir com o compromisso firmado com o Governo do Estado e com as prefeituras. Mesmo com pandemia conseguimos fazer essa grande obra que vai contribuir com o turismo da região”, explicou.

O prefeito Marcão Marchi e o vice-prefeito Alexandre Mustafa marcaram presença no evento. “Tenho orgulho de dizer que o Distrito Turístico virou uma família. Somos 4 cidades unidas, com profissionais competentes e com muita força de vontade, para mostrar que somos capazes de ser um dos melhores destinos da América Latina. Parabenizo à equipe do Cyan e os investidores, que mesmo em meio à crise, enxergaram a oportunidade de crescimento”, comentou Marcão.

“Este novo empreendimento simboliza a grandeza do Distrito Turístico Serra Azul, que é uma iniciativa inovadora, moderna e que proporcionará, em breve, um impacto extremamente positivo na região. Hoje é um momento para celebrarmos essa verdadeira conquista para a região”, afirmou o vice-prefeito, Alexandre Mustafa.

A implantação do Distrito Turístico Serra Azul tem o propósito de alavancar o desenvolvimento regional, sobretudo das cidades de Itupeva, Jundiaí, Vinhedo e Louveira, com atração de investimentos, novos empreendimentos, além da geração de emprego e renda.

Atualmente, a região recebe 10 milhões de visitantes por ano e a expectativa é que esse número seja ampliado.

O presidente do Conselho Gestor do Distrito Turístico, Alain Baldaccci reforçou a importância do empreendimento para a região. “O Distrito Turístico é um modelo rompedor de barreiras, principalmente por juntar a iniciativa privada e a pública. A inauguração do Cyan marca o início de um novo patamar para a regiao”, afirmou.

Estrategicamente localizado em frente aos parques Hopi Hari e Wet’n Wild e ao lado do Shopping SerrAzul e do Outlet Premium, às margens da Rodovia dos Bandeirantes, o resort traz como principal novidade um complexo com mais de 5.300 m² de lazer. Além disso, oferece confortáveis apartamentos, amplo Centro de Convenções com mais de 1.900 m² divididos em 15 espaços flexíveis para diferentes tipos de eventos, com capacidade para até 550 pessoas em formato auditório. O seu projeto arquitetônico tem assinatura de Michaelis Arquitetos.

Foi isso que impressionou o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado. “Desde o funcionário que me recepcionou até a pessoa que me serviu a água, me atenderam bem. Além do pessoal, a qualidade da obra e do local impressiona. Uma verdadeira experiência acolhedora! Isso significa que todas as cidades vão ganhar com a instalação do Cyan. Estamos gerando emprego e renda, além de tudo, contribuindo assim para a diminuição da desigualdade social”, declarou.

Do mesmo modo, o prefeito de Louveira, Estanislau Steck ressaltou o trabalho de reforma. “É inspirador ver que um bom investimento, mesmo quando todos estavam indo contra isso, gerou o que vemos aqui hoje. Parabenizo à todos os envolvidos”, afirmou.

Representando o prefeito de Vinhedo, Dario Pacheco, o secretário de Turismo, Renato Romanetto parabenizou a equipe do Cyan. “Para nós da área é muito legal ver o Distrito Turístico saindo do papel. Parabenizo à todos”, afirmou.

Quem esteve presente no evento, também, foi o secretário Estadual de Viagens e Turismo, Vinicius Lummertz. “O formato de Distrito Turístico será utilizado em outras regiões como Olímpia e Adamantina. Nessa região aqui em que estamos hoje há um potencial enorme de tornar-se referência. Basta trabalhar com transparência e vontade. Vocês estão em uma localidade estratégica e já são regulamentados por lei. Tem tudo para dar certo!”, disse.

Sobre o hotel – A estrutura completa para a diversão dos hóspedes conta com três piscinas climatizadas – adulto e infantil -, parque aquático, bar molhado, praia artificial, sauna, kids club & espaço baby, salão de jogos, fitness club, quadras de beach tennis e equipe de recreação especializada por faixa etária, com atividades voltadas para crianças, adolescentes e adultos, e monitorada pela Turma do Tixa, mascote do Cyan Resort.

Há um espaço diferenciado para relaxamento, o Jardim Secreto, equipado com redes de descanso.

Continue lendo

Notícias

April Brasil Broker divulga oportunidade(s) para Agente Comercial Campinas

Artigo

em

Por

Foto: Corporação Musical de Vinhedo/divulgação

O 12º Festival de Inverno e o 9º Festival Turístico e Gastronômico de Vinhedo vão reunir atrações gastronômicas, culturais e turísticas no Parque Municipal Jayme Ferragut, em dois fins de semana: dias 2, 3, 9 e 10 de julho. A entrada é gratuita.

Haverá atrações diferenciadas e apresentação da diversidade do turismo em Vinhedo. Os visitantes poderão conhecer um pouco mais da cidade e serão acolhidos pelas famílias produtoras e empreendedoras do município. Os festivais terão restaurantes da cidade, empórios, adegas com vinhos e cachaças artesanais das famílias Baccetti, Campovilla, Ferragut e Ormenese.

Estão confirmadas as participações gastronômicas dos restaurantes Cantinho das Delícias, Comidinhas, Empório Granjas Tuco, Na Estrada Food Truck, Chef Artur, Fatto a Mano, Estação Vinhedo, Sabores di Minas, Nero Gelato, Sorveteria Ideal e Per tutti Quituteria. Entre as opções oferecidas, estarão brusquetas, carpaccio, caldo árabe shishbarak, risotos, caldo de abóbora com gorgonzola, torresmo de rolo, hambúrguer de linguiça, opções vegetarianas e muito mais.

A programação inclui ainda atrações musicais locais de diversos estilos como jazz, MPB, pop rock, samba, sertanejo, moda de viola entre outros. Terá ainda feira de artesanatos, espaço kids, exposições do artista plástico Adélio Sarro e do cartunista Luiz Gustavo Paffaro.

“Estamos esperando todos para conferir uma programação muito rica e criada para mostrar que Vinhedo é um grande polo gastronômico, artístico e cultural. Continuamos trabalhando para que nossa cidade avence cada vez mais no turismo, gerando empregos e fortalecendo nossa identidade”, disse o secretário de Cultura e Turismo, Renato Romanetto.

O evento é realizado pela Prefeitura de Vinhedo, através da Secretaria de Cultura e Turismo, e pela Associação Vinhedense de Turismo (Avetur).

Programação musical:

02/07 (sábado)
12h00 – Corporação Musical de Vinhedo
14h00 – Banda AM37
16h00 – Jazz Clown
18h00 – Maria Alice
20h00 – Guino e Der

03/07 (domingo)
12h00 – Jazz Clown
14h00 – Nando e Rogério
16h00 – Grupo Incandeia
18h00 – Divas

09/07 (sábado)
12h00 – Zé Viola e Joãozinho
14h00 – Projeto Duotone
16h00 – Banda Ypê Brasil
18h00 – De Lambreta Electric Band
20h00 – Raffa e Gabba

10/07 (domingo)
11h30 – Grupo de Violeiros – Som da Roça
14h00 – Grupo Um só Ideal
16h00 – Pop Brown
18h00 – Rafa Voz e Banda

Serviço:

9º Festival Turístico e Gastronômico e o 12º Festival de Inverno de Vinhedo
Local: Parque Municipal Jayme Ferragut, Estrada da Boiada, s/nº, próximo ao Portal da cidade – Vinhedo

Continue lendo

Notícias

Honda está contratando! Vagas de emprego são para cargos de consultor e analista, com ótimos salários pelo Brasil. Descu…

Artigo

em

Por

A Prefeitura, por meio do Programa Desenvolve Valinhos, tem contabilizado sucessivos saldos positivos de empregos com carteira assinada. Dados do Ministério do Trabalho apontam que nos últimos 12 meses, no período de Junho de 2021 a Maio de 2022, a cidade de Valinhos registrou um saldo positivo de 1.575 novos empregos com carteira assinada, número superior ao registrado a igual período anterior (de Junho de 2020 a Maio de 2021), que ficou em 1.196, subtraindo as admissões das demissões registradas no período.

Para a prefeita Capitã Lucimara esta boa notícia é o termômetro de que a administração municipal está no caminho certo, com ações importantes sendo adotadas pelo Programa Municipal Desenvolve Valinhos, que tem a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação. 

“É um cenário muito melhor e bem diferente do período de igual comparação, de 16 meses, entre Setembro de 2019 e Dezembro de 2020, quando Valinhos registrou, infelizmente, a perda de 4.051 postos de trabalho. Pelo Programa Desenvolve Valinhos estamos trabalhando para trazer novas empresas ao município, assim como manter as que já estão instaladas, para a manutenção dos empregos e a criação das novas vagas com carteira assinada, e ainda atuando para tirar da informalidade os trabalhadores com a desburocratização dos serviços para novas inscrições de micro empreendedores individuais”, destaca a prefeita Capitã Lucimara.

Este dado soma-se a outros já divulgados durante o período inicial da gestão da Prefeita Capitã Lucimara, em Valinhos, que tem um saldo positivo de empregos com carteira assinada, de Janeiro de 2021 a Maio de 2022, de 2.793. Há também outro dado que se destaca. Ao todo 9.676 trabalhadores valinhenses foram admitidos com carteira assinada entre Janeiro de 2022 e Maio de 2022.

“Ao compararmos o saldo positivo com carteira assinada, entre admissões e demissões de 2022, observamos que 55,27%, portanto a maioria, são mulheres. Este é o resultado do planejamento diário de ações pautadas no plano de Governo da Prefeita Capitã Lucimara que a equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação tem levado à risca, com trabalho e inovação, para o avanço de Valinhos na área de desenvolvimento sustentável e com mais qualidade de vida e bem-estar às famílias valinhenses”, falou o secretário da pasta, Rafael Agostinho. 

Sobre o Programa Desenvolve Valinhos

O Programa Municipal de Empreendedorismo Desenvolve Valinhos busca, por meio da Prefeitura Municipal de Valinhos em parceria com Associação Comercial e Industrial de Valinhos (ACIV), Fórum das Entidades Assistenciais de Valinhos (FEAV), Fundo Social de Solidariedade, Sindicato Rural e Associação dos Empresários de Valinhos (AEVAL), em conjunto com o SEBRAE, SENAI, SENAC e SENAR, levar capacitações técnicas e de gestão a toda a população, visando o desenvolvimento econômico e sustentável.

Continue lendo

+ VISTOS

Copyright © 2021, powered by Notícias de Vinhedo.